x
01
/03
14 dicas para escolher os melhores modelos de cortinas
01/03/2019

Muitos modelos de cortinas são capazes de fazer uma verdadeira transformação nos ambientes da sua casa. Vestir as janelas, controlar a luminosidade e garantir a privacidade do ambiente em casa ou no escritório são apenas as funções básicas das cortinas. 

Confira dicas infalíveis sobre tecidos, comprimentos e acessórios dos mais variados modelos de cortinas para te inspirar.

 

1. Escolha o modelo de cortina de acordo com sua necessidade


Antes de começar a procurar modelos de cortinas, é importante saber qual será o seu papel no visual do ambiente: garantir a privacidade, controlar a luminosidade ou ruídos externos ou, somente, decorar o cenário. A escolha do modelo de cortina ideal para o ambiente depende essencialmente dessa informação, pois só a partir disso você poderá definir os melhores tecidos, tamanhos e estilos.

grid_curtain

 

2. Nada de tecidos escuros para janelas com muita exposição do sol

Evite modelos de cortinas com tecidos escuros nas janelas onde o índice de luz solar é intenso, pois apesar de barrar melhor a luminosidade, retém calor e aumenta a temperatura do ambiente durante o dia. Nesses casos, as melhores escolhas são cortinas em, linho e jacquard, todas em tons claros.

Compressao_Brisa-2
Cortina Brisa Belchior

 

3. O charme e a sofisticação dos tecidos leves

Aposte em tecidos leves para criar composições atuais e ecléticas, bastante usadas em ambientes com visual clássico, moderno ou despojado. O voil, muito usado atualmente, impede levemente a entrada de luz natural e confere um charme incrível à decoração da sala de estar, por exemplo.

brisa
Cortina Doha Voil Bordada / Forro Belchior

 

4. Vai lavar a cortina em casa? Melhor escolher os tecidos 100% sintéticos

Escolha modelos de cortinas confeccionados com tecidos 100% sintético caso a ideia seja lavá-los em casa, pois tecidos naturais devem ser lavados somente em lavanderias especializadas.

Ambiente-munique-Final
Cortina Flamê Munique



5. Para instalações rápidas e descomplicadas

O varão é a opção mais simples de instalar a cortina e combiná-la com qualquer decoração, além de garantir praticidade na hora de retirá-la, seja para limpá-la ou substituí-la por outro modelo. Já as ponteiras, além de dar o toque final à composição, garantem que o tecido não saia do varão.

kits

6. Cuidado para o sol não estragar a cortina 

Tecidos de tons mais escuros ou intensos costumam desbotar com a luz solar, portanto, verifique qual a incidência dela sobre a janela antes da instalação da cortina escolhida.

dakar
Cortina Dakar

 

7. O toque especial dos xales de cortina

Modelos de cortinas com tecidos encorpados ou estampados são mais indicados para servir de xale, pois não comprometem a composição ou causam cansaço ao longo do tempo.

4-partes-Galhos-final
Cortina Nala Galhos Belchior

 

8. Tecido de cores neutras para ter liberdade na decoração

Se a sua decoração já está definida ou pronta, opte por modelos de cortinas confeccionados com tecidos de cores neutras para ter mais liberdade e facilidade na hora de ambientá-las em cenários com elementos coloridos.


As cortinas com cores neutras, como o off-white, branco, ou bege são indicadas nesses casos, pois não entrarão em conflito com a decoração do ambiente, ficando em harmonia com qualquer estilo.

Ambiente-Linen-Final
Cortina Linen Linho Belchior

 

9. Para manter os ambientes mais aconchegantes no frio

Modelos de cortinas confeccionados com tecidos mais pesados ou com sobreposições são ótimos para aquecer ambientes nas épocas mais frias do ano, como outono ou inverno.

Passa-Varão
Cortina Munique Passa Varão Belchior

 

10. Privacidade com muito bom gosto

Tecidos leves e fluídos são ótimos para preservar, parcialmente, a privacidade do ambiente sem perder a luminosidade externa ou a vista para uma bela paisagem. O voil, sem o acompanhamento do forro ou outro tecido por trás, pode dar um toque especial à decoração.

Bordada-Cobre-final
Cortina Doha Voil Bordada Belchior

 

11. Cortinas com Blackout

Se a ideia é deixar o ambiente – seja ele o quarto, sala de estar ou home theater – bem escuro, investir na cortina blackout pode ser uma boa solução para bloquear a entrada de luz externa e promover o isolamento acústico no ambiente.

 

Para não esquentar muito o local onde esse modelo de cortina será usado, coloque uma tela solar de proteção contra os raios UV na janela, assim, o conforto térmico também será garantido.

vitalle_linho
Cortina Vitalle Nobre Blackout Belchior

 

12. Cortinas curtas apenas no quarto das crianças e na cozinha

Um dúvida muito comum é sobre os modelos de cortinas curtas. Pensando em toda a ambientação, os modelos curtos geralmente caem bem apenas em quartos infantis, pela atmosfera descontraída, ou também para evitar acidentes com as crianças.

 

Caso o ambiente possui uma bancada ou móvel abaixo da janela, a cortina curta também pode ser usada.

O mesmo vale para a janela de sua cozinha.

funcora
Cortina Fun Kids Belchior e Cortina Cora para cozinha

 

13. A altura ideal da cortina

Muitas pessoas também ficam em dúvida sobre a altura da cortina para cima. Ela deve ir até o teto? Nossa dica é que você deve usá-la até o teto, caso a diferença entre ele e a janela seja de até 30 cm. E, para garantir a elegância e o alongamento do pé-direito, deixe uma sobra de até 4 cm na barra.

frida_gergia
Cortina Frida e Geórgia Belchior

 

14. Não importa o tipo de tecido, ele precisa ser pré-lavado

Para finalizar as dicas, é importante lembrar que antes de concretizar a compra você precisa verificar se o tecido da cortina é pré-lavado ou possui uma porcentagem de encolhimento, para não encolher na lavagem em casa.

 

Fonte: http://www.maistokstok.com.br/dicas/modelos-de-cortinas/